terça-feira, 15 de janeiro de 2013

A VIAGEM - CRÍTICA

A terça desta semana começa com a crítica do filme A Viagem, que está nos cinemas. O apiceiro João Pedro nos conta o que ele achou!  


A Viagem tem, no elenco, atores consagrados do cinema como Tom Hanks e Halle Berry. Mistura histórias que envolvem ciência, suspense e uma pitada de humor. Conta seis narrativas diferentes, porém todas as histórias se relacionam. Passa por várias épocas: Presente, passado e futuro. Desde o século 19 até um futuro pós-apocalíptico. Cada situação ocorrida no decorrer da história mostra como uma escolha pode mudar o mundo de tal maneira e por séculos. Admiradores destes tipos de gêneros citados acima gostarão de assistir.

No início, pode ser que você não fique entusiasmado com o filme, por conta das constantes viagens realizadas, acaba demorando para entender qual personagem se relaciona com os outros personagens das demais narrativas. É preciso prestar atenção para não perder o caminhar da história ou dificilmente compreenderá a história.

No meio da apresentação, procurando compreender tudo, quando aparece "INTERVALO" na tela. Por um instante pensamos que ia aparecer alguém pra explicar algo da história. Mas era apenas para poder ir ao toalete e comprar doces. Após o INTERVALO, começa as cenas de ação e prende a atenção do público.

Uma das maneiras utilizadas para obter interesse do público é a maneira que os atores realizaram seus papeis no filme: cada ator interpretou no mínimo três personagens, em cada história das seis narrativas existentes eles aparecem com uma maquiagem ousada e, como todas as histórias se ligam, é bem comum encontrar um personagem que era negro numa história na outra se tornar um caucasiano.


NO meio desta viagem, os diretores conseguiram difundir na história: sensibilidade, filosofia e espiritualidade. São assuntos difíceis de conversar, como no caso da espiritualidade,  pois eles acabam cogitando em certos momentos da narrativa se existe vida após a morte e questões que envolvem crenças.

Talvez, um dos melhores filmes do ano de 2013. mas pela montanha russa de filosóficas e de percepções, poderá não agradar grande parte do público. 





Ficha técnica: 
Nome do filme: A Viagem
Nome original: Cloud Atlas
Direção: 



Andy Wachowski, Lana Wachowski, Tom Tykwer
Roteiro: Tom Tykwer, Andy Wachowski, Lana Wachowski
Classificação: 12 anos 
Duração: 172 minutos





Texto: João Pedro Baraniuk. 

2 comentários:

  1. quem fez essa crítica, tá bem bacana! (dica: dar crédito pro autor do texto. valoriza ele e o blog)

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Paulo Como recompensa vamos dobrar a ração dele!

    ResponderExcluir